Faltam remédios essenciais para transplantados na rede Estadual de farmácias

Medicamentos como o Sirolimo 1mg, Cloridrato de sevelâmer e Tracolino, previnem a rejeição do órgão transplantado, a falta destes coloca em risco a vida dos pacientes, e mesmo assim, estão em falta nas farmácias populares do Estado e sem previsão para reposição.

Remédios essenciais para os transplantados

No ano passado aproximadamente 6 mil pessoas fizeram o transplante de rim, após esse procedimento, os transplantados necessitam de acompanhamento com remédios durante toda a vida.

"O fato do transplantado ficar sem esse remédio imunossupressor pode levar ao fenômeno da rejeição e a perda do órgão, agravando o risco de voltar a hemodiálise ou até mesmo de morrer" como ressalta o nefrologista, presidente do Instituto do Rim de Campinas, Dr. José Marcelo Morelli.

A responsabilidade de entrega desses medicamentos é do Ministério da Saúde, que até o presente momento dessa matéria relatou a compra desses remédios, mas que estes ainda não chegaram as farmácias.

Enquanto o problema não é solucionado, pacientes recorrem a grupos de doações pela internet.

Acompanhe mais detalhes da matéria aqui.

Dr. Marcelo Morelli em entrevista para TVB Record Campinas

#diálise #diálisecampinas #renal #exames #medicamentos #remédios #farmácia #Estado #Ministériodasaúde #Sirolimo #Cloridratodesevelâmer #tracolino #transplantederim #transplantado #vida #DrJoséMarceloMorelli #hemodiálise

Destaques
Posts recentes
Arquivo
Seguir nas redes sociais 
  • Facebook Basic Square